Foto: Caio Gallucci
‘Vamp, O Musical’ chega a São Paulo com novidades no elenco
22 de agosto de 2017
Foto: Caio Gallucci
Musical ‘Ghost’ desembarca no Rio de Janeiro em Setembro
25 de agosto de 2017

Coletiva do musical ‘Suassuna – O Auto do Reino do Sol’

sua

Ariano Suassuna – que completaria 90 anos em 2017 – defendeu incansavelmente a brasilidade e a valorização da cultura nacional, ao mesclar a arte popular e o universo erudito em todas as suas obras. Idealizadora deste tributo ao escritor paraibano, a produtora Andrea Alves lançou o desafio para a Cia. Barca dos Corações Partidos e convidou três conterrâneos de Ariano para criar algo totalmente inédito, inspirado em seu legado e desenvolvido em um processo coletivo.

Desta forma, nasceu o musical ‘Suassuna – O Auto do Reino do Sol’, com canções originais de Chico César, encenação de Luís Carlos Vasconcellos e texto de Braulio Tavares. No elenco estão Adrén Alves, Alfredo Del Penho, Beto Lemos, Fábio Enriquez, Eduardo Rios, Renato Luciano, Ricca Barros, Rebeca Jamir, Chris Mourão e Pedro Aune.

A história se passa no Sertão da Paraíba, numa época mais ou menos atual, mas sem menção ao resto do Brasil, nem às tecnologias modernas. Um Circo-Teatro viaja pelo Sertão, parando em cada cidade e distrito para uma noitada. A principal atração do Circo é o seu grupo de jovens atores e artistas que, além dos números habituais de malabarismo, etc., encenam quadros, esquetes e entremezes de grande sucesso junto ao público do Sertão. Cantam músicas, recitam, fazem números de gracejo e de habilidades.

Eles se dirigem agora a Taperoá, na Paraíba, onde devem encenar um espetáculo nas festividades em homenagem ao “poeta Ariano Suassuna”. Na estrada, são informados por um grupo de retirantes que duas famílias tradicionais estão em pé de guerra uma contra a outra, e todo dia tem tiroteio em algum lugar dali. De um lado, há a família Fortunato, e do outro o Major Antonio Moraes. Na fazenda de Antonio Moraes, a família está em crise. Além do conflito armado com os Fortunatos, eles descobrem que Iracema, sobrinha do Major, foi vista fugindo de casa naquela noite, com um rapaz, e o Major está uma fera. O rapaz é Lucas Fortunato – da família rival.

No caminho, o Circo recebe a visita do casal, que pede para se juntar a eles. A equipe os aceita, porque simpatiza com os dois. O Circo continua a viagem e começa a ser abordado por jagunços à procura do casal. A viagem vai mostrando os ensaios dos entremezes que a trupe está montando. Nas estradas, aumenta o número de retirantes que estão indo para um lugar que eles chamam O Soturno. Num encontro com fugitivos, Lucas fica sabendo que alguns irmãos de criação seus estão refugiados no Soturno, junto com outros retirantes. Ele vai reencontrá-los. A presença dele ali vai desencadear uma reação violenta por parte dos jagunços das famílias em guerra.

O espetáculo estreia em São Paulo dia 25 de Agosto, no SESC Vila Mariana, com sessões Sextas e Sábados às 21h, Domingos e feriados às 18h. A temporada vai apenas até o dia 1º de Outubro e os ingressos custam R$ 40.