PRELUDIUM


Dixit dominus meo

Sede a dextris méis

Donec ponam inimicos tuos

Scabelleum pedum tuorum

Dominus a dextris tuis

Confregit in die irae suae reges

De torrente in via bibet

Propterea in exaltabit caput

Gloria patri, ET filio

Et spiritui sancto

Sicut erat in principio

Et nunc, et sempe

Et in saecula saeculorum. Amen

Rex admirabilis

Et triumphator nobilis

Dulcedo ineffabilis

Totus desiderabilis

Totus desiderabilis

Alleluia

SOM DA MÚSICA


Meu dia acabou

E os campos já vão dormir

A estrela chegou

E eu sei que é melhor partir

Mas lá onde as sombras dormem

Mil vozes murmuram para mim

E eu paro, espero, escuto

Só mais um som, só mais uma canção

Que me diz assim

A música vai acordando os campos

São tantas canções para se encantar

A música vem embalar meu sonho

E o meu coração que só quer cantar

O meu coração quer bater, quer voar

Igual um colibri bem veloz

O meu coração como um sino qualquer

Vai soltar sua voz

Sorrir como um rio que cai nas pedras

E vai se espalhar

Cantar e sentir

Como uma ave aprendendo a rezar

E vou por ai quando a dor me encontra

Ouvindo as canções que já sei de cor

E o meu coração vai achar bem fundo

O amor maior

MARIA


Não para mais

Não fica em paz

Só faz se machucar

E dança quando vem pra missa

E canta pra rezar

Tem folhas no cabelo

E remendo no avental

Tá sempre assobiando

No convento

E sempre tá atrasada

Mas não perde a comunhão

Demora pra acordar

Mas nunca perde a refeição

Eu sinto imensamente

Mas não posso mais calar

Maria não foi feita pro convento

Eu tenho algo bom pra refletir

Pois diga, irmã Margaretta!

Maria faz-me rir

Como se faz pra consertar Maria?

Como sentar nuvem no divã?

Qual a palavra pra explicar Maria?

Cabeça de vento?

Biruta, lelé?

Tantã!

É tanta coisa pra dizer pra ela

Ela tem tanto ainda que aprender

Mas como se ela não quer?

Não para pra compreender

Como trancar o vento na prisão?

Como se faz pra consertar Maria?

Como pegar a lua com a mão?

Junto dela eu fico assim

Meio tonta e meio assim

Sem saber pra onde aponta o meu nariz

Ela é sempre imprevisível

Ela acha tudo incrível

É uma fofa

É uma doida

É feliz!

Faz barulho como o quê

Faz a gente enlouquecer

Não sossega e nunca esfria o seu mingau

É uma peste

É gentil

Ela é doce

E infantil

É uma tonta

É um anjo

É normal!

Como se faz pra consertar Maria?

Como sentar nuvem no divã?

Qual a palavra pra explicar Maria?

Cabeça de vento?

Biruta, lelé?

Tantã!

É tanta coisa pra dizer pra ela

Ela tem tanto ainda que aprender

Mas como se ela não quer?

Não para pra compreender

Como trancar o vento na prisão?

Ai, como se faz pra consertas Maria?

Como pegar a lua com a mão?

COISAS QUE EU AMO


Gota de chuva

Bigode de gato

Laço de fita

Cordão de sapato

Flor na janela e botão no capim

Coisas que eu amo e são tudo pra mim

Doce na mesa e sol na cozinha

Bico de pato e chapéu de palinha

Banda passando e soando o clarim

Coisas que eu amo e são tudo pra mim

Lona de circo e tapete de grama

Bola de neve e botão de pijama

Doces invernos chegando no fim

Coisas que eu amo e são tudo pra mim

Se a tristeza, se a saudade

De repente vem

Eu lembro das coisas que eu amo e então

De novo eu me sinto bem

Gota de chuva

Bigode de gato

Laço de fita

Cordão de sapato

Flor na janela e botão no capim

Coisas que eu amo e são tudo pra mim

Doce na mesa e sol na cozinha

Bico de pato e chapéu de palinha

Banda passando e soando o clarim

Coisas que eu amo e são tudo pra mim

Lona de circo e tapete de grama

Bola de neve e botão de pijama

Doces invernos chegando no fim

Coisas que eu amo e são tudo pra mim

Se a tristeza, se a saudade

De repente vem

Eu lembro das coisas que eu amo e então

De novo eu me sinto bem

Se a tristeza, se a saudade

De repente vem

Eu lembro das coisas que eu amo e então

De novo eu me sinto bem

EU CONFIO


O que vai ser de mim agora?

Que rumo eu vou seguir agora?

Se tudo é tão perfeito

Se há um mundo lá fora pra mim

Por que esse nó no meu peito?

Por que eu me sinto assim?

Eu sempre quis aventura

E fui atrás do que sonhei

Pois Deus me deu aventura

E agora eu já não sei

Um capitão e sete filhos

Não têm nada pra assustar

Ai, eu devo enfrentar meu destino

E eu hei de chegar até o fim

É preciso encontrar meu caminho

E coragem lá dentro de mim

Coragem de olhar nos olhos deles

E ser alguém na frente deles

E ser bem forte

E forte eu serei

Eu sou mais eu

Que eles venham com problemas

Eu não vou me amedrontar

Todos eles vão querer me reprovar

Mas sei que no fim

Eu confio mais em mim

E vou deixar bem claro

Que o caso agora é meu

E pras crianças, eu declaro:

Quem manda aqui sou eu

Sou eu sim!

Cada dia mais segura

Cada dia muito mais

Mais certeza que, no fundo, eu sou capaz

Eu sei que no fim

Eu confio mais em mim

Eu confio nas estrelas

E no sol que vai brilhar

Com certeza a primavera vai chegar

Eu sei que no fim

Eu confio mais em mim

A força vem da gente

A força a gente faz

A força tá em olhar pra frente

E se jogar

Jogar!

E agora

Eu me atiro com vontade

Lá vou eu na contramão

Eu confio que eu confio mais então

Ai Deus!

Eu confio que eu confio mais então

Eu sei que no fim

Eu confio mais em mim!

DO - RE - MI


E então começar do princípio

É sempre o melhor lugar

Pra ler eu aprendo

A E I

Pra cantar eu aprendo DO RE MI

DO RE MI

DO RE MI

São 3 notinhas vamos seguir

DO RE MI

DO RE MI

DO RE MI FA SOL LA SI

DO é pena de alguém

RE eu ando para trás

MI assim eu chamo a mim

FA de fato eu sou capaz

SOL que brilha no verão

LA é lá no cafundó

SI indica condição

E de novo vem o DO oh oh oh

DO é pena de alguém

RE eu ando para trás

MI assim eu chamo a mim

FA de fato eu sou capaz

SOL que brilha no verão

LA é lá no cafundó

SI indica condição

E de novo vem o…

DO é pena de alguém

RE eu ando para trás

MI assim eu chamo a mim

FA de fato eu sou capaz

SOL que brilha no verão

LA é lá no cafundó

SI indica condição

E de novo vem o DO

DO RE MI FA SOL LA SI DO

SOL DO

SOL DO LA FA MI DO RE

SOL DO LA FA MI DO RE

SOL DO LA SI DO RE DO

SOL DO LA SI DO RE DO

SOL DO LA FA MI DO RE

SOL DO LA SI DO RE DO

Quem as notas sabe sim

Canta tudo até o fim

Quem as notas sabe sim

Canta tudo até o fim

DO é pena de alguém

RE eu ando para trás

MI assim eu chamo a mim

FA de fato eu sou capaz

SOL que brilha no verão

LA é lá no cafundó

SI indica condição

E de novo vem o dó

DO RE MI FA SOL LA SI DO

DO SI LA SOL FA MI RE

DO MI MI

MI SOL SOL

RE FA FA

LA SI SI

DO MI MI

MI SOL SOL

RE FA FA

LA SI SI

Quem as notas sabe sim

Canta tudo até o fim

DO é pena de alguém

RE eu ando para trás

MI assim eu chamo a mim

FA de fato eu sou capaz

SOL que brilha no verão

LA é lá no cafundó

SI indica condição

E de novo vem o

SOL DO LA FA MI DO RE

SOL DO LA FA SI LA SOL

SOL LA SI DO FA MI

DO RE MI FA SOL LA SI DO

SOL DO

DEZESSEIS OU DEZESSETE


Espera meu bem

Falta um pouco só

Pra começar o jogo

Tem homens meu bem

Esperando só pra te acender o fogo

O fogo

Você tem só dezesseis anos

E baby é bom pensar

Vai com cuidado, olha pro lado

Que eles já vão chegar

Você tem só dezesseis anos

E os caras vão fazer

De tudo um pouco e mais um pouco

Tudo te oferecer

Despreparada e sem ação

Você não sabe bem

Como guiar seu coração

E vai buscar alguém

Um alguém mais velho e mais sábio

Pronto a te proteger

Eu já tenho dezessete anos

Eu vou cuidar de você

Eu só tenho dezesseis anos

E só sei que nada sei

Vem um rapaz e fala de mais

Logo eu acreditei

Eu só tenho dezesseis anos

E um tolo coração

Jovem solteiro chega primeiro

Já quer beijar a mão

Despreparada e sem ação

Eu já não sei também

Como guiar meu coração

Eu vou buscar alguém

Um alguém mais velho e mais sábio

Pronto a me proteger

Se você já tem dezessete anos

Eu vou...

Ficar com...

Você

O QUE É QUE A GENTE FAZ?


A gente sempre vê casais felizes

Namorando debaixo de viadutos

E marquises se apertando

E passam fome, passam frio e juram que resistem

Enquanto que casais de ricos quase não existem

Se o nosso cheque jamais voltou

Se o aluguel nunca que atrasou

Se o nosso hotel não nos expulsou

O que é que a gente faz?

Junte as ações que você já tem

Aos meus anéis e aos milhões também

Somando tudo tá bom meu bem

O que é que a gente faz?

Sem provação

Sem pegar condução

Tantos quadros pelas paredes

La vai você renovando o laquê

Sempre a bordo dos seus Mercedes

Bem muito bem somos um casal

Quem vai dizer que não é normal

Dois milionários e um enxoval

Fazendo o que ninguém faz

Dois milionários e um enxoval

A gente corre atrás

Se a nossa fonte jamais secou

Se a água quente não congelou

Se o cobertor nunca encurtou

O que é que a gente faz?

Como eu irei conquistar você

Se eu não roubar pra agradar você

Se eu não pegar sarna como você

O que é que a gente faz?

Ricos demais

Com negócios demais

Não da tempo pra dar carinho

Pobre que é bom, pois não tem edredom

Só se esquenta se está juntinho

Nós, ai de nós nesse luxo só

Passo o champanhe pega o pão de ló

Entre os lençóis de cetim, que dó

E sempre dormindo em paz

Entre os lençóis de cetim, que dó

A gente corre atrás

O PASTORZINHO


Lá na montanha um pastorzinho

Lay ee odl lay ee odl lay hee hoo 

Grita pra cabra o seu gritinho

Lay ee odl lay ee odl-oo 

Quando ele grita pro cabritinho

Lay ee odl lay ee odl lay hee hoo 

Logo ele acorda o lugar todinho

Lay ee odl lay ee odl-oo 

O ho lay dee odl lee o, o ho lay dee odl ay 

O ho lay dee odl lee o, lay dee odl lee o lay 

O príncipe ouviu do seu castelinho

Lay ee odl lay ee odl lay hee hoo 

Um rouxinol escutou do ninho

Lay ee odl lay ee odl-oo 

Lá na taverna bebendo vinho

Lay ee odl lay ee odl lay hee hoo 

O beberrão derramou no linho

Lay ee odl lay ee odl-oo

O ho lay dee odl lee o, o ho lay dee odl ay

O ho lay dee odl lee o, lay dee odl lee o lay 

Uma menina escutou o gritinho

Lay ee odl lay ee odl lay hee hoo 

E respondeu para o pastorzinho

Lay ee odl lay ee odl-oo 

Logo a mamãe achou bonitinho

Lay ee odl lay ee odl lay hee hoo 

E aplaudiu esse duetinho

Lay ee odl lay ee odl-oo 

O ho lay dee odl lee o, o ho lay dee odl ay 

O ho lay dee odl lee o, lay dee odl lee o lay 

Então lá vai: lay ee oh leyd ee lee oh

O layd ee o layd ee lay dee oh

Logo o dueto virou um trio

Lay ee odl lay ee odl-oo 

Hodlayee

Hodlayee

Hodlayee

Hodlayee

O ho layd ee odl lee oh

O ho layd ee odl ay

O ho layd ee odl lee oh

Layd ee odl lee odl lay

Uma menina escutou o gritinho

Lay ee odl lay ee odl lay hee hoo 

E respondeu para o pastorzinho

Lay ee odl lay ee odl-oo 

Logo a mamãe achou bonitinho

Lay ee odl lay ee odl lay hee hoo 

E aplaudiu esse duetinho

Lay ee odl lay ee odl-oo 

O ho lay dee odl lee o, o ho lay dee odl ay 

O ho lay dee odl lee o, lay dee odl lee o lay 

Então lá vai: lay ee oh leyd ee lee oh

O layd ee o layd ee lay dee oh

Logo o dueto virou um trio

Lay ee odl lay ee odl-oo 

Hodlayee

Hodlayee

Hodlayee

Hodlayee

Hodlayee

Hodlayee

Hodlayee

Ho dlay ee odl lay ee odl lay

SO LONG, FAREWELL


Ta na hora de ir embora não da mais pra ficar

Todo mundo tá jururu

Pois bem quando a festa ta querendo esquentar

É que o relógio diz coo-coo

La vem o passarinho, que sai do reloginho

E vem dizer: coo-coo

So long, adeus

Auf wiedersehn, good bye

Eu sei, já vou, criança sempre vai

So long, farewell

Auf wiedersehn, adieu

Adieu, adieu

Pra mim e pra você

So long, farewell

Auf wiedersehn, au’ voir

Eu vou ficar

Champagne eu vou provar

Sim?

Não!

So long, adeus

Auf wiedersehn, good bye

Tá bom, eu vou

Eu vou dizer good bye

Good bye

Pra mim ta bom

É hora de nanar

Eu vou também

Não tem como escapar

O sol já foi

E agora a gente vai

So long, adeus

Auf wiedersehn, good bye

Good bye

Good bye

Good bye

Good bye

A MONTANHA


Sobe a montanha

Vai sem cessar

Acha o teu caminho

Faz o teu lugar

Sobe a montanha

Vai, chega ao fim

Faz o teu destino

Sonha o teu jardim

E o sonho será

Tua nova oração

Cada dia será

Uma nova lição

Sobe a montanha

Vai, chega ao fim

Faz o teu destino

Sonha o teu jardim

E o sonho será

Tua nova oração

Cada dia será

Uma nova lição

Sobe a montanha

Vai, chega ao fim

Faz o teu destino

Sonha o teu jardim

ALGUMA COISA BOA


Em algum lugar do meu passado

Da minha infância nada feliz

Se alguma coisa eu fiz de errado, eu sei

Que alguma coisa certa eu fiz

Pois se eu cheguei hoje aqui com você

E tudo mais passou

Em algum lugar no meu passado

Eu fiz um bem que ficou

Nada vem do nada

Colhe quem plantou

Em algum lugar do meu passado

Eu fiz um bem que ficou

Pois se eu cheguei hoje aqui com você

E tudo mais passou

Em algum lugar do meu passado

Eu fiz um bem que ficou

Nada vem do nada

Colhe quem plantou

Em algum lugar do meu

Passado

Eu fiz um bem... um bem

Que ficou

EDELWEISS


Edelweiss

Edelweiss

Flor que acende o meu dia

Vem brilhar e encantar

Minha flor de alegria

Possa na neve o teu botão

Proteger pra sempre

Edelweiss

Edelweiss

Nossa terra pra sempre

Edelweiss

Edelweiss

Flor que acende

Vem brilhar e encantar

Minha flor de alegria

Possa na neve o teu botão

Proteger pra sempre

Edelweiss

Edelweiss

Nossa terra pra sempre

FINALE


Faz o teu destino

Sonha o teu jardim

O sonho será

Tua nova oração

Cada dia será

Uma nova lição

Sob a montanha

Vai, chega ao fim

Faz o teu destino

Sonha o teu jardim