Foto: Pedro Dimitrow
Coletiva do musical ‘Os Produtores’
17 de abril de 2018
Foto: Manuela Scarpa
Bastidores do musical ‘A Noviça Rebelde’
18 de maio de 2018

Musical ‘Rent’ desembarca no Rio de Janeiro para duas únicas apresentações

Foto: Caio Gallucci

Foto: Caio Gallucci

Originalmente composto por Jonathan Larson, ‘Rent’ estreou em 1996 na Broadway e foi vencedor de 4 Tony Awards, incluindo de Melhor Musical. O espetáculo conta um ano na vida de oito jovens na cidade grande. Diante da fragilidade da vida, dos problemas financeiros e das diversidades, as personagens vivem seus conflitos pessoais e urbanos, lidam com a sexualidade, as perdas, e nos ensinam sobre amizade, solidariedade, parceria e, sobretudo, amor.

No Brasil, o musical teve sua primeira adaptação em 1999 e ganhou uma remontagem em 2016, pelas mãos dos produtores Bruno Narchi e Bel Gomes. O sucesso foi tanto que o projeto acabou ganhando uma segunda temporada no ano passado, sendo visto por mais de 16 mil pessoas e conquistando mais de 24 indicações a prêmios. Agora, a produção desembarca no Rio de Janeiro para duas únicas apresentações, nos dias 12 e 13 de Junho, no Teatro Riachuelo. As sessões serão às 20h e os ingressos já estão à venda através do site ingressorapido.com.br e diretamente na bilheteria do Teatro.

No elenco estão Bruno Narchi (Mark), Thiago Machado (Roger), Corina Sabbas (Mimi), Guilherme Leal (Collins), Murilo Armacollo (Angel), Priscila Borges (Joanne), Giovanna Moreira (Maureen), Igor Miranda (Benny), Zuba Janaína (Vendedora de Casacos / Sue), Letícia Soares (Solista / Alexi Darling / Mendiga / Pam), Gabi Porto (Sra. Cohen / Ali), Arthur Berges (Gordon), Kaíque Azarias (Steve / Garçom), Fábio Galvão (Sr. Jefferson / Paul) e Vitor Moresco (Traficante / Sr. Grey). A banda, que os acompanha ao vivo, é composta por Jorge de Godoy, Willy Verdaguer, Diogo Cardoso, Thiago Lima, Daniel Pascarelli e Andrei Presser.

A versão brasileira é de Mariana Elisabetsky, a direção de Susana Ribeiro, a direção musical de Daniel Rocha e Jorge de Godoy, as coreografias de Kátia Barros, o visagismo de Leopoldo Pacheco, os figurinos de Fause Haten, a cenografia de André Cortez e a iluminação de Wagner Freire.