ann2
Annie, O Musical
30 de agosto de 2018
carmen
Carmen, a Grande Pequena Notável
19 de setembro de 2018

Coletiva do musical ‘Os Últimos 5 Anos’

Foto: Gustavo Arrais

Foto: Gustavo Arrais

O musical “The Last Five Years”, escrito por Jason Robert Brown, estreou em Chicago em 2001 e ganhou uma produção Off-Broadway no ano seguinte. Desde então, o espetáculo foi traduzido para inúmeros idiomas, em mais de 20 países, além de ganhar uma adaptação para o cinema, em 2015, com Anna Kendrick e Jeremy Jordan.

Com licença da MTI, a obra, nunca antes montada no Brasil, traz a originalidade do autor pela primeira vez em terras sul-americanas, com o nome de ”Os Últimos 5 Anos”. A empreitada é de Beto Sargentelli e Eline Porto que, além de protagonizarem o musical, estreiam como produtores no mercado paulista.

No espetáculo, Cathy Hyatt e Jamie Wellestein tem um casamento feliz. Ela é atriz em busca da grande chance na carreira, mas sofre com o insucesso. Ele, um romancista em ascensão cuja última obra está entre os primeiros lugares em vendas nas livrarias. A diferença entre o insucesso de Cathy e o sucesso de Jamie os faz entrar em conflito e repensar os últimos cinco anos em que estiveram juntos.

Com uma fascinante história e roteiro recheado de canções de tirar o fôlego, o autor teve a genial ideia de fazer os personagens contarem a mesma história em sentidos cronológicos opostos; Cathy contando do fim para o começo e Jamie contando do começo para o fim, atestando assim, o requinte e charme deste musical aclamado mundialmente.

À frente da direção está o premiado João Fonseca, que embora venha se dedicando mais ao teatro musical brasileiro, aceitou o desafio de ser o responsável por conduzir os encontros e desencontros que, nesta versão, deixam de lado o clima nova-iorquino e ganham como pano de fundo outra grande metrópole mundial, a cidade de São Paulo.

A trilha sonora, vencedora do Drama Desk Award de Melhor Música e Letra em 2002, conta com diversos gêneros musicais, entre eles pop, jazz, clássico, rock e folk, dando espaço até mesmo para a música latina. Todos eles dão ritmo à vida a dois de Cath e Jamie, que ganha boa parte da interpretação por meio da música, trabalho este que conta com os cuidados do diretor musical Thiago Gimenes e do versionista Rafael Oliveira – fundamental para que a narrativa seja clara e emotiva. A produção é ainda acompanhada por três músicos ao vivo, responsáveis por uma orquestração composta por Cello, Violão/Baixo e Piano.

A equipe criativa conta ainda com a direção de movimento de Keila Bueno, o design de luz de Paulo César Medeiros, design de som de Tocko Michelazzo e o visagismo de Marcos Padilha. A estreia está marcada para o dia 16 de Setembro, em São Paulo, no Teatro Viradalata, com sessões aos Domingos e Segundas. Os ingressos estão à venda diretamente na bilheteria do teatro e pelo site ingressorapido.com.br